terça-feira, 5 de junho de 2012

Argentina ordena prisão de empresário por acidente de trem


A justiça argentina decretou a prisão do empresário Claudio Cirigliano como parte das investigações sobre o acidente ferroviário em Buenos Aires que provocou a morte de 51 pessoas em fevereiro.

Cirigliano é o dono da empresa Trens de Buenos Aires (TBA) e de outras linhas de transporte público que atendem passageiros da capital argentina. 

A ordem de prisão foi emitida pelo juiz federal Claudio Bonadio. Cirigliano é acusado de ter "interferido na investigação" do acidente, ocorrido na estação Once. 

O magistrado também pediu a detenção de outros três empregados da TBA, Carlo Ferrari, atual presidente da empresa; Darío Tempone, gerente operativo da companhia; e Daniel Rubio, diretor de administração. 

Cirigliano defende que o acidente foi causado por uma falha humana, e não por problemas técnicos ou qualidade dos freios.

O governo da Argentina cancelou na semana passada a concessão da TBA para operar os trechos de Sarmiento e Mitre.

ANSA Latina – 05/06/2012 

Comentário do sindicato:

Falha humana, interferir ou abafar investigação? Ah, só mesmo na Argentina,


Nenhum comentário: