quarta-feira, 20 de junho de 2012

Apito do Rio


O mundo ferroviário reuniu-se ontem na Rio + 20 para uma recepção oferecida pela UIC – Union Internationale des Chemins de Fer – quando foi soado o “Apito do Rio”,  chamando a atenção do mundo inteiro para o uso das ferrovias e metrôs como forma de preservar o meio ambiente. O apito – de uma locomotiva a vapor, cedido pela ABPF de São Paulo - foi ecoado por locomotivas nos cinco continentes, onde existem operadoras  membros da organização.

Na ocasião, o secretário geral da UIC, o francês Jean-Pierre Loubinoux, falou do paradoxo que existe entre o longo tempo que os investimentos em ferrovias levam para maturar e a necessidade imediata em que as cidades se encontram de mais ferrovias e metrôs para desafogar o tráfego:

“Temos a agradecer hoje a nossos avós pela escolha que eles fizeram, há muitos anos atrás, de construir as linhas ferroviárias que utilizamos até hoje. Espero que nossos netos também tenham a nos agradecer pelo que estamos realizando agora”. Concluiu dizendo “que este Apito do Rio seja ouvido no mundo inteiro”.

Revista Ferroviária – 20/06/2012

Comentário do sindicato:

Se fosse ouvido por políticos em São Paulo já seria lucro.

Nenhum comentário: