quarta-feira, 6 de abril de 2011

Continua, em Cuiabá (MT), a disputa entre VLT e BRT

O grupo empresarial brasileiro T Trans, com derivação francesa, deverá apresentar ainda hoje (5/04) pela manhã uma nova proposta de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para Cuiabá ao governador em exercício Chico Daltro (PP). A nova proposta poderá acirrar mais a disputa entre as facções internas entre do governo, que estão divididas entre o BRT (Bus Rapid Transit) e o VLT.

Os representantes do grupo desembarcaram há pouco no Aeroporto Marechal Rondon e antes do encontro com Daltro devem se reunir com o presidente da Assembléia Legislativa, José Riva (PP), que defende o VLT.

Segundo o progressista, o VLT é o projeto do futuro e extremamente viável para Cuiabá e a tarifa poderá ser mais baixa que o BRT. Ele acredita ainda que o lobby das empresas de ônibus tenha ‘atrapalhado’ o governador Silval Barbosa (PMDB) a conhecer o projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

A Agência Executora dos Projetos e Obras da Copa do Mundo (Agecopa), por sua vez, defende veementemente o BRT como melhor opção para a capital mato-grossense. A empresa Auto Sueco do Brasil, concessionária da Volvo em Mato Grosso, apresentou as vantagens do sistema de transporte BRT na semana passada, sem a presença dos diretores da Agecopa.

05/04/2011 - Olhar Direto

Nenhum comentário: